O Centro Latino-Americano de Perinatologia / Saúde da Mulher e Reprodutiva (CLAP / SMR) da Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS) oferece cooperação técnica de excelência para promover, fortalecer e melhorar a atenção à saúde voltada para mulheres, mães e recém-nascidos nos países da Região das Américas. Foi criado em 1970 em Montevidéu e atualmente faz parte do Departamento de Promoção da Família e Saúde e Curso de Vida.

 

Do ponto de vista dos direitos, suas ações baseiam-se em uma estratégia que inclui enfoques integrados no marco de programas de saúde com cobertura universal e sistemas inclusivos, que reconhecem a relação saúde-gênero e determinantes sociais como pobreza e educação. .

 

Suas áreas de atuação são enquadradas por diversos objetivos dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) 3, como redução da taxa de mortalidade materna, redução da mortalidade neonatal e mortalidade prematura por doenças não transmissíveis por meio da prevenção e tratamento. Também trabalha para garantir o acesso universal aos serviços de saúde sexual e reprodutiva, incluindo contracepção, informação e educação, e a integração da saúde reprodutiva nas estratégias e programas nacionais.

50 anos CLAP